Passar para a navegação primária Passar para o conteúdo Passar para o rodapé
Regressar a BLOG

Guia do Parque das Nações para os amantes da gastronomia

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Se um certo charme do velho mundo e os edifícios antigos lhe vêm à mente quando pensa em Lisboa, é porque ainda não conhece o Parque das Nações. Na zona oriente da cidade, esta é uma das áreas mais contemporâneas da capital portuguesa, com uma arquitetura marcante e um lindo passeio à beira-rio.

Esta parte da cidade foi inicialmente desenvolvida para acolher a Exposição Mundial conhecida como Expo 98, que reuniu mais de 130 países sob o tema “Os Oceanos: Um Património para o Futuro”. Só depois de encerrado o certame internacional é que esta zona de Lisboa recebeu o nome de Parque das Nações e foi remodelada para se transformar num misto de zonas residenciais e comerciais.

 

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Hoje em dia, alguns lisboetas vivem no Parque das Nações, e muitos outros visitam para desfrutar das zonas verdes com serenas vistas do rio, para fazer compras no Centro Comercial Vasco da Gama (Av. Dom João II 40), para assistir a concertos em grandes espaços como o Altice Arena, que foi inicialmente construído para a Expo 98, ou para viajar para outras partes do país a partir da vanguardista Estação do Oriente, que foi desenvolvida pelo aclamado arquiteto espanhol Santiago Calatrava.

É também aqui que se encontra o Oceanário de Lisboa (Esplanada Dom Carlos I s/nº), servindo como “desculpa” perfeita para alguns viajantes internacionais que acabam assim por visitar esta zona. Mas, de um modo geral, o Parque das Nações é amplamente esquecido por quem tem a missão de explorar Lisboa e a cultura portuguesa. É uma pena porque, em contraste com zonas mais antigas da cidade, como Alfama, Mouraria ou Baixa, o Parque das Nações oferece uma visão do que Lisboa também representa para os portugueses de hoje.

 

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Para um bairro que se diz ser “das nações” faz sentido que a oferta culinária do Parque das Nações seja marcadamente internacional. Aqui poderá provar a melhor comida Chinesa de Lisboa, encontrará fabulosos restaurantes italianos, churrascarias latino-americanas, restaurantes africanos e até uma cozinha mediterrânea com estrela Michelin. Mas, no contexto das nossas explorações gastronómicas aqui hoje, destacamos alguns dos melhores restaurantes para experimentar comida portuguesa autêntica na zona Oriente de Lisboa:

 

Os melhores restaurantes Portugueses no Parque das Nações

 

Restaurante D’Bacalhau

Começando esta lista à portuguesa, destacamos o D’Bacalhau, um restaurante que, como o próprio nome indica, aposta no bacalhau, um dos ingredientes preferidos dos portugueses. No D’Bacalhau pode experimentar muitas das formas clássicas de cozinhar o bacalhau, desde as entradas como as pataniscas de bacalhau, à sopa de bacalhau, passando pelas receitas típicas de Lisboa como o bacalhau à Brás – veja a nossa receita para este prato aqui. Uma das coisas mais interessantes deste restaurante é que, para além de pedir uma dose de um determinado prato, também pode pedir uma tábua de degustação que reúne quatro das mais icónicas receitas de bacalhau em Portugal. Esta é uma ótima oportunidade para experimentar alguns dos pratos mais famosos do nosso país.

📍Zona Ribeirinha Norte, Rua Pimenta 45, 1900-254 Lisboa

https://restaurantebacalhau.com

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Senhor Peixe

Porque nem tudo o que vem do mar é bacalhau, pode ampliar a sua percepção de como os portugueses cozinham e comem peixe e mariscos no Senhor Peixe. O restaurante original do Senhor Peixe ainda existe em Setúbal, uma cidade na margem sul do rio Tejo muito popular por ser uma zona de pescadores e como destino dos amantes do peixe da Grande Lisboa para desfrutar das mais frescas refeições de marisco. O Senhor Peixe abriu a sua localização no Parque das Nações nos últimos anos e é, segundo nós e muitos outros conhecedores, um dos melhores restaurantes de peixe e marisco de Lisboa. Veja o que está em exibição no dia da sua visita e, não importa o que escolher, pode ter a certeza de que, por aqui, a frescura é mais do que garantida!

📍 Zona Ribeirinha Norte, Rua Pimenta 35, 1990-254 Lisboa

https://senhorpeixe.pt

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Bota Feijão

Portugal adora leitão assado no espeto. Tanto que o leitão tradicionalmente preparado na zona da Bairrada, conhecido vulgarmente como leitão da Bairrada, foi eleito uma das Sete Maravilhas Gastronómicas de Portugal. É comum que pessoas de vários pontos do país façam peregrinação à zona da Bairrada para saborear este prato. Mas, aqui em Lisboa, e mais especificamente no Parque das Nações, pode também desfrutar de um excelente leitão no Bota Feijão. Comida honesta servida num ambiente sem grandes requintes. O leitão do Bota Feijão é assado no forno de lenha, resultando numa carne suculenta mas com uma pele estaladiça que se quebra quando vai à boca. É servido com um molho ligeiramente picante e batatas fritas às rodelas, mesmo a moda da Bairrada. Extraordinariamente saboroso e a um preço incrível. Por outras palavras: este é o melhor leitão que encontrará na zona da Grande Lisboa.

📍Rua Conselheiro Lopo Vaz N5, 1800-142 Lisboa

www.instagram.com/restaurante_botafeijao

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Marisqueira Lusa

Quando se ouve falar da Cervejaria Ramiro (Av. Alm. Reis 1 H), a popular marisqueira no centro de Lisboa, que ganhou ainda mais destaque depois da visita do chef Anthony Bourdain durante as filmagens do programa de viagens e gastronomia No Reservations, pode pensar-se que este é o único lugar para mariscos incríveis em Lisboa. De fato, o Ramiro é glorioso, mas como sempre dizemos, há imensas ótimas opções para uma refeição com sabores do mar em Lisboa e arredores. No Parque das Nações, a Marisqueira Lusa é de facto uma opção a destacar. Se puder, peça uma mariscada, que é um prato variado com um pouco de tudo – não há melhor introdução à maneira como os portugueses gostam de se deliciar com mariscos!

📍Rua do Bojador 47, 1990-254 Lisboa

www.instagram.com/marisqueira_lusa

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

MAR – Mariscaria Peixaria

As marisqueiras lisboetas tendem a ser estabelecimentos bastante tradicionais e até padronizados. Portanto, restaurantes como o MAR, um restaurante mais contemporâneo com foco em peixe fresco e todo o tipo de criaturas do oceano, são uma lufada de ar fresco. Tal como acontece em muitos outros restaurantes de marisco, o MAR tem uma grande exibição de peixes frescos do dia em bancadas com lascas de gelo, além de aquários com os crustáceos vivos que acabarão no seu prato. Por aqui encontra todas as opções habituais de mariscos preparados ao estilo Português, desde percebes cozidos até amêijoas com azeite e alho, ou criaturas maiores que apenas aqueles com uma carteira mais acolchoada poderão pagar. Mas também pratos reconfortantes como pataniscas de bacalhau, filetes de peixe, pregos de atum e festivas cataplanas.

📍Rua Ilha dos Amores 62 E, 1990-371 Lisboa

www.facebook.com/restaurantemarmariscariapeixaria

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Nova Peixaria

Para distinguir-se da multiplicidade de restaurantes de peixe que há por Lisboa, a Nova Peixaria não quer ser chamada de restaurante, mas sim de “fish bar”. A marca está presente em algumas praças de alimentação dos centros comerciais da cidade. Mas é aqui no Parque das Nações que tem a sua sede. Servem refeições como em muitos outros restaurantes de peixe portugueses, consistindo em peixe do dia grelhado com acompanhamentos típicos como legumes e batatas cozidas. Mas também opções mais contemporâneas centradas no peixe, como hambúrgueres, sandes e saladas. Se cá vier com alguém que não gosta muito de peixe, a Nova Peixaria também serve um excelente prego, uma típica sandes portuguesa de bife de vaca que costuma fazer parte do menu das marisqueiras.

📍Alameda dos Oceanos 21101D, 1990-143 Lisboa

www.novapeixaria.pt

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

A Leitaria Gourmet

Não se deixe enganar pelo nome desta casa, pois a sua especialidade é a comida regional alentejana. A Avó Loren é a chef d’A Leitaria Gourmet e confecciona lindos pratos caseiros alentejanos como carne de porco com amêijoas (também conhecida como carne de porco à alentejana), arroz de polvo malandrinho, carne estufada com migas e muito mais. O menu é bastante simples, mas o sabor nostálgico da comida caseira faz as maravilhas dos clientes que buscam sabores familiares que alimentam o estômago e a alma.

📍Alameda dos Oceanos 3A, 1990-211 Lisboa

www.facebook.com/aleitariagourmet

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Restaurante D´Avis

​​Tal como A Leitaria Gourmet de que falamos acima, o D’Avis também é especializado em comida alentejana. Em Lisboa há sempre lugar para mais um restaurante alentejano, uma das cozinhas regionais portuguesas mais procuradas. Para além dos pratos do dia e dos grelhados simples, D’Avis prepara também receitas muito tradicionais como sopa de cação com poejos,  ensopado de borrego (servido com pão Alentejano) e açorda de bacalhau à Alentejana. É como viajar até ao coração do Alentejo com as suas papilas gustativas, sem ter de sair do Parque das Nações.

📍Av. Dom João II 46 E, 1990-083 Lisboa

www.restaurantedavis.net

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Cartel 36

Restaurante durante o dia e bar à noite, o Cartel 36 é tão artístico que, mais do que comida, serve uma experiência. O nome deste estabelecimento justifica-se logo no início da sua refeição, quando lhe apresentam uma ardósia com riscos de um pó esbranquiçado. Calma… estamos a falar de azeite em pó, que vem com o cesto de pão e azeitonas servidos como couvert para o entreter enquanto espera pela refeição principal. A ementa do Cartel 36 não é 100% portuguesa. Além de noodles, a ementa inclui também carnes uruguaias e australianas. Mas aqui também têm destaque ingredientes muito locais como o porco preto, os bifes de atum, o bacalhau e mesmo pratos vegetarianos como os cogumelos grelhados com queijo da ilha. Boa comida e um ambiente bem divertido.

📍Rua Sinais de Fogo 12C, 1990-197 Lisboa

www.instagram.com/cartel.36

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Cantinho do Avillez

José Avillez é um dos chefs mais célebres de Portugal, muitas vezes apelidado de “pai da gastronomia portuguesa contemporânea”. Entre o seu pequeno império de restaurantes, o chef e empresário Avillez tem o Belcanto (Rua Serpa Pinto 10A), com duas estrelas Michelin, mas também opções mais acessíveis, como o Bairro do Avillez (Rua Nova da Trindade 18) e o Cantinho do Avillez. O Cantinho do Avillez tem várias localizações em Lisboa e no Porto, e serve “o melhor da cozinha portuguesa com influência das viagens do chef”. Isso significa coisas bem portuguesas como pastéis de bacalhau com arroz de tomate, ou um bitoque; mas também legumes salteados com grão-de-bico e caril verde, ou frango tailandês com arroz. De segunda a sexta-feira pode ainda usufruir do menu de almoço, que por um preço muito convidativo inclui couvert, prato principal, bebida e um café ou chá para terminar a refeição.

📍Rua do Bojador 55, 1990-048 Lisboa

https://cantinhodoavillez.pt/pt/restaurantes/paque-das-nacoes.html

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Fifty Seconds

O Myriad Hotel by Sana alberga o Fifty Seconds, galardoado com uma estrela Michelin. Esta é a morada lisboeta do chef basco Martin Berasategui. A razão pela qual mencionamos aqui este requintado restaurante, embora não se debruce exclusivamente sobre a gastronomia portuguesa, é porque a sua ementa tem como foco a cozinha mediterrânica, incorporando assim alguma da essência de Portugal. Isto traduz-se em pratos apelativos como salmonete com escamas estaladiças, a cevadinha com açafrão e limão; camarão algarvio e molho de salmonete; ou lombo de novilho assado na brasa, terrina de batata e pancetta, jus do tutano e croutons de pão. Pode pedir pratos à la carte, mas, convenhamos, a experiência do Fifty Seconds é realmente aprimorada quando opta pelo menu degustação e se deixa levar.

📍Rua Cais das Naus Lote 2.21.01, 1990-173 Lisboa

www.fiftysecondsexperience.com

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Os melhores cafés, pastelarias e padarias do Parque das Nações

 

The Millstone Sourdough

​​Não há dúvida de que o panorama do pão artesanal em Portugal vive um momento incrivelmente saudável. Entre algumas das melhores padarias de Lisboa encontramos a The Millstone Sourdough, no Parque das Nações. David Jesus foi o sous chef de José Avillez no Belcanto, galardoado pelo guia Michelin e que, durante a pandemia, teve de encerrar temporariamente as portas. Junto com a parceira Sandra Freitas, que também é chef, começaram a fazer pão em casa. Assim nasceu o The Millstone Sourdough! Durante um ano e meio trabalharam em casa a produzir pão para entrega ao domicílio e, com o número de seguidores a crescer, eventualmente abriram a sua padaria de modo mais oficial no bairro mais moderno de Lisboa. Além de vários tipos de pães de fermentação lenta, também vendem scones, rolinhos de canela, biscotti, babkas, e, os muito portugueses pães com chouriço.

📍Via do Oriente 5.02 03A, 1990-514 Lisboa

www.instagram.com/the.millstone.sourdough

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Choupana Caffé

O Choupana tem três localizações em Lisboa, incluindo a do Parque das Nações. O Choupana Caffé abriu as portas há cerca de uma década na movimentada zona do Saldanha, onde cedo se tornou conhecido pelos seus croissants com vários recheios irresistíveis, incluindo gelados caseiros. O Choupana Caffé é um óptimo lugar para um pequeno-almoço rápido ou um brunch descontraído, para um lanche a meio da tarde, ou para tomar um café enquanto espera pelo seu autocarro ou comboio na Estação do Oriente. A vibe do Choupana é contemporânea e dinâmica, oferecendo apenas self-service, mas com produtos irresistíveis que vão deixar os mais gulosos muito, muito felizes.

📍Avenida Dom João II, 1990-083 Lisboa

www.instagram.com/choupanacaffe

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Jeronymo

Jeronymo é uma cadeia portuguesa de cafés com cerca de 20 lojas em Lisboa e arredores. De alguma forma, poderia ser comparado ao Starbucks americano ou ao canadense Tim Hortons. Este é o tipo de estabelecimento que o público mais jovem costuma preferir. Em Portugal, as pessoas tendem a beber café expresso e, geralmente, tomar café é uma coisa rápida antes do trabalho ou entre recados. No Jeronymo, encontramos clientes que preferem passar mais tempo bebericando os seus cafés com leite, e que gostam de experimentar bebidas diferentes como o cappuccino dourado ou o café com gengibre, enquanto conversam com os amigos ou mesmo estudam. Para além das bebidas quentes, o Jeronymo serve também refeições ligeiras como bowls, tostas, saladas, hambúrgueres e uma boa variedade de doces, incluindo bolos e gelados.

📍Avenida Dom João II Estação do Oriente Loja G212, 1900-233 Lisboa

www.jeronymo.pt

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Onde beber um copo no Parque das Nações 

 

Sky Bar Oriente

Vistas panorâmicas de cortar a respiração e um ambiente sofisticado, fazem do Sky Bar Oriente um bar obrigatório para quem procura desfrutar de um cocktail de fim de dia imerso num ambiente elegante. Considerando que além da habitual carta de bebidas servem sushi e outros petiscos de inspiração internacional, não há nada de especificamente português no Sky Bar. Mas não deixamos de o destacar aqui porque este é de facto um local espetacular para descontrair, apreciar a vista sobre o rio Tejo e maravilhar-se com os 14km de extensão da ponte Vasco da Gama, que liga os arredores do Parque das Nações à margem sul do rio.

📍Av. Dom João II 27, 1990-083 Lisboa

www.skybarrooftop.com/oriente-pt

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Bliss Bar

Se lhe apetecer tomar uma bebida com música ao vivo, vá até ao Bliss Bar no Parque das Nações. Mesmo em frente à Marina, este espaço oferece aquilo pelo que o Parque das Nações se tornou conhecido: vistas amplas e serenas sobre o rio. O Bliss Bar serve cerveja, vinho e cocktails, mas também sumos frescos, batidos e até granizados de fruta para quem prefere beber algo não alcoólico. No que diz respeito à comida, preparam algumas tostas, um petisco bastante comum nos bares e cafés portugueses.

📍Edificio Nau Marina, 1990-193 Lisboa

www.instagram.com/blissbarexpo

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

Já Te Disse

Este é o mais português dos três bares que aqui lhe recomendamos. Por quê? Porque, quando chegam os meses mais quentes do ano, no Já Te Disse pode desfrutar uma bebida como em qualquer outro lugar, mas também pode pedir um petisco de caracóis. Este bar tem uma ampla esplanada e um ambiente típico de bairro português. Este é o tipo de lugar onde se pode vir ao final do dia para relaxar com os amigos com uma cerveja gelada na mão, ou para assistir ao jogo da bola na televisão.

📍Passeio da Nau Catrineta, 1990-193 Lisboa

www.instagram.com/jatedisse_bar

Parque-das-Nacoes-travel-guide-for-food-lovers

 

​​Esperamos tê-lo inspirado a incluir o Parque das Nações no seu roteiro por Lisboa. Queremos recebê-lo no centro da cidade para participar num de nossos passeios gastronómicos e culturais. Mas pode ter a certeza de que, onde quer que seja que o levemos, iremos dar-lhe muitas mais dicas para que possa desfrutar da melhor comida local durante o resto da sua estadia em Portugal. Sinta-se à vontade para entrar em contato conosco no Instagram e perguntar-nos tudo o que quer saber sobre o nosso país. Por favor marque-nos: @tasteoflisboa #tasteoflisboa

 

Se, tal como nós, gosta de explorar as cidades que visita para além do centro e dos pontos turísticos mais óbvios, consulte a nossa série de artigos com foco em outros bairros lisboetas que não deve perder durante a sua próxima viagem a Lisboa: 

Guia dos bairros da Ajuda e do Restelo para gastrónomos

Guia do bairro de Alcântara para gastronómos 

Os melhores restaurantes em Alvalade 

Os melhores restaurantes, cafés e mercados de Benfica 

Onde sair para ir comer em Campo de Ourique 

Guia gastronómico e de arte de Marvila 

 

Continue a alimentar a sua curiosidade pela cultura gastronómica portuguesa:

O que é que os portugueses comem em casa?

Os melhores salgados portugueses (para além dos pastéis de bacalhau)

Qual é a melhor altura para visitar Lisboa?

Roteiro para um fim de semana perfeito em Lisboa

 

Pessoas genuínas, comida autêntica. Venha connosco onde os portugueses e lisboetas vão:

Reserve o seu lugar na nossa próxima experiência gastronómica & cultural.

Siga-nos para mais em InstagramTwitter e Youtube