Passar para a navegação primária Passar para o conteúdo Passar para o rodapé
Regressar a BLOG

9 surpreendentes harmonizações de snacks e vinhos portugueses

codfish chickpeas salad wine

 

Fomos inspirados pelo artigo da Wine Folly, Wine and Junk Food Pairings That Actually Work, para explorar o viciante mundo dos snacks portugueses e encontrar vinhos locais para junto com eles petiscar como deve de ser. 

Se é comum falar sobre maridagem de vinhos com pratos típicos, receitas contemporâneas mais complexas ou mesmo sobremesas, por que o mesmo não se aplica a snacks gordurosos ou açucarados?

As regras básicas para a harmonização de vinho e comida aplicam-se mesmo quando a comida vem dentro de um pacote ou é vendida já de madrugada numa roulote estacionada à porta duma discoteca:

🎯  Pode optar por procurar o equilíbrio entre a comida e o vinho tanto no sabor como na estrutura, seguindo o princípio que defende que comida leve combina com vinho suave, enquanto pratos mais pesados combinam melhor com vinhos mais estruturados OU pode preferir um contraste no paladar, com o qual o perfil do vinho acaba por complementar a comida e vice-versa;

🎯  O aroma do vinho deve estar alinhado com o aroma dominante daquilo que se está a comer;

🎯  Se está a desfrutar de uma sobremesa, o vinho deve também ser doce, inclusive um pouco mais doce do que a sobremesa em si, para que os sabores do vinho não sejam anulados pelas notas açucaradas do que temos no prato;

🎯  E nossa regra favorita de todas: aprenda e experimente. E, no final, coma e beba o que mais lhe agradar!

Se é apreciador e conhecedor de vinhos, pode pensar que estamos a simplificar demais. Mas sejamos sinceros: quem quer complicar as coisas quando o assunto em questão são snacks e petiscos? O que hoje estamos aqui a explorar são coisas que sabem realmente bem!

 

1. Tremoços e vinho verde branco

a hand holding a fruit

 

Tremoços e cerveja são um dos casamentos de maior sucesso na história dos petiscos portugueses.

Então, por que mudar algo que sabemos funciona tão bem? Porque hoje o nosso foco é o vinho! Se a cerveja fria vai bem com estas leguminosas em salmoura é porque suaviza o paladar durante esta salgada aventura. 

Mais do que um achado gastronómico, este é um truque viciante que os bares em Portugal usam para fazer com que continue a pedir mais rodadas de cerveja – é por isso que os tremoços costumam ser servidos de graça com o seu pedido de bebida! 

Em vez da cerveja, opte por petiscar tremoços com vinho verde. A acidez deste vinho jovem vai contrastar com o sabor de boca salgado, traduzindo-se numa experiência mais refrescante.

 

2. Pão de Deus e Moscatel

Portuguese snacks and wine paring

 

O pão de Deus é realmente divino. Um fofo brioche coberto com uma generosa camada de coco ralado colado à massa com doce de ovo. Costumamos comer pão de Deus ao pequeno-almoço ou lanche da tarde, simples ou recheado com manteiga, queijo e fiambre. 

Na maioria das vezes, o pão de Deus é consumido junto com café com leite. Mas se quer transformar a sua experiência habitual de pastelaria em algo mais luxuoso, considere combinar pão de Deus com Moscatel. 

Em Portugal, o vinho doce moscatel é produzido nas regiões de Setúbal e do Douro. Este aromático vinho fortificado combina bem com este bolo tentador, pois as suas notas frutadas e aromáticas complementam o sabor do coco e podem, de facto, fazer com que se sinta no reino dos céus!

 

3. Ruffles presunto e reserva tinto do Alentejo

Portuguese snacks and wine paring

 

Presunto. Enchidos. Carne de porco à Alentejana. Secretos de porco preto. A lista de pratos de carne de porco associados à região do Alentejo é interminável. Ruffles Presunto, ou seja, batatas fritas onduladas com sabor a presunto, podem não ser uma especialidade alentejana mas ficam certamente bem com um jovem tinto reserva desta região. 

Escolha um tinto com breve estágio em barrica, ou seja, um vinho de corpo médio que irá adicionar uma dimensão extra a esta crocante experiência.

 

4. Farturas e vinho generoso de Carcavelos

Portuguese snacks and wine paring

 

Em Portugal as festas de rua são sinónimo de churros e farturas. Em Lisboa, por exemplo, sabemos que as festas de verão do Santo António se aproximam quando se começam a ver roulotes de churros e farturas estacionadas no centro da cidade. 

Se os churros são bastante conhecidos em muitas partes do mundo graças aos latinos, as farturas são os seus parentes grandes e gordos que tem de experimentar quando vier a Portugal. As farturas são fritas e podem ser servidas com cobertura de açúcar ou podem também ser recheadas com doces ou chocolate. 

Como as farturas são algo que normalmente se come fora e em andamento, normalmente não se acompanham com nenhuma bebida em concreto. Mas se pode deliciar-se com estes doces fritos e açucarados junto com um cálice de vinho fortificado de Carcavelos, então porque não fazê-lo? 

Esta região vinícola tão próxima de Lisboa é muitas vezes esquecida pelos apreciadores de vinhos generosos. Mas acreditamos que a sua próxima viagem a Lisboa é a altura ideal para comer um cone de farturas quentinhas, abrir uma garrafa de vinho de Carcavelos e fazer com que isso comece a mudar!

 

5. Caracóis e vinho branco dos Açores

Portuguese snacks and wine paring

 

Tal como os tremoços, os caracóis são um petisco de Verão bem popular em Lisboa e no sul de Portugal, geralmente desfrutados com cerveja gelada. 

Estes moluscos cozinhados num saboroso molho à base de cebola, ervas aromáticas e azeite pedem um vinho branco com um toque salínico. 

A acidez e salinidade dos vinhos brancos das regiões costeiras de Portugal perto de Lisboa ou da costa alentejana complementam este petisco que surpreende muita gente por não ser assim tão viscoso. Se a sua carteira o permitir, mime-se ainda mais e opte por um Arinto branco da ilha do Pico nos Açores.

 

6. Pão com chouriço e vinho Alfrocheiro do Dão

Portuguese snacks and wine paring

 

Existem poucos prazeres que podem ser comparados com comer pão acabado de sair do forno. E ainda mais se o pão for recheado com chouriço! 

Para melhorar ainda mais algo que já era tão, mas tão bom, podemos combinar pão com chouriço com um vinho tinto jovem. Chama-se a isto saber desfrutar dos pequenos prazeres da vida! Em Lisboa, o pão com chouriço costuma ser comido para absorver o álcool de uma noite de festa e evitar os efeitos desagradáveis ​​da ressaca. 

Mas se não quer que a festa acabe, saboreie o seu pão com chouriço com um vinho tinto do Dão, produzido com a casta Alfrocheiro típica desta região. Este é o tipo de vinho que tem estrutura suficiente para acompanhar o chouriço, mas não deixa de ter um toque de frescura que torna a experiência um pouco mais leve.

 

7. Torresmos e vinho tinto da Bairrada

Portuguese snacks and wine paring

 

Comidas ricas em gordura pedem vinhos igualmente ricos e intensos. É por isso que recomendamos comer torresmos com um bom copo de vinho tinto. 

Se não consegue imaginar tornar a experiência de comer pele de porco frita em algo elegante, experimente harmonizar este petisco com um vinho tinto da região da Bairrada. Assim, pode desfrutar de uma degustação de luxo! 

A casta Baga é uma das castas mais representativas desta região central de Portugal e garante a acidez necessária para suavizar a gordura do porco, mas também complexidade suficiente para acompanhar o sabor forte e salgado dos torresmos.

 

8. Cheetos Futebolas e vinho branco do Douro

a bunch of different foods

 

Combinar queijo e vinho é algo bem comum! Hoje, sugerimos beber vinho enquanto come Cheetos com sabor a queijo. A versão mais comum de Cheetos à venda em Portugal são as Futebolas, leves esferas com forma de bola de futebol, feitas de milho, queijo, açúcar, sal, MSG e todos os os ingredientes habituais que se encontram na maioria dos snacks salgados embalados. 

Desfrute de Cheetos Futebolas com um copo de vinho branco do Douro. Escolha um vinho com estágio em barricas de carvalho, pois isso dará ao vinho a estrutura necessária para complementar o sabor robusto do queijo. 

Além disso, os brancos do Douro são cultivados a uma altitude suficiente para garantir um certo nível de acidez que vai contrastar com a intensidade do queijo, permitindo comer mais Cheetos antes de enjoar. Porque estávamos mesmo a precisar de uma boa desculpa para comer o pacote até ao fim, certo?

 

9. Húngaros e Porto Ruby

a table with a cake on a plate

 

Quando se pensa num café português, a nossa mente tende logo a imaginar pastéis de nata. Mas há muito mais do que pastéis de nata no mundo da pastelaria portuguesa! Para além de bolos individuais vendidos à unidade, as pastelarias portuguesas com fabrico próprio também se dedicam à venda de bolos miniatura e bolachas ao quilo. 

Húngaros são uns dos doces mais populares nessa categoria. Consistem em biscoitos amanteigados parcialmente cobertos de chocolate. Os húngaros recheados, também conhecidos como casadinhos, são os nossos favoritos. Consistem em duas bolachas húngaras coladas uma à outra com geleia de morango no meio. 

Bolo. Chocolate. Compota de fruta. Estamos habituados a combinar todos estes elementos com vinho, certo? Esqueça o café por um dia e, desta vez, saboreie os seus húngaros com vinho fortificado. 

Recomendamos o vinho do Porto, em particular um ruby de cor viva e vibrante. O Porto Ruby tem naturalmente notas de fruta doce e ácida que vão combinar com a geleia de morango entre os seus húngaros de uma forma deliciosa e harmoniosa.

 

Esperamos que goste destas recomendações e ouse experimentar estas e outras combinações de snacks portugueses e vinhos do nosso país. Seja aventureiro quando se trata de provar coisas novas e lembre-se sempre do que o crítico americano de comida e vinho Roy Andries de Groot disse uma vez: “o “casamento perfeito” de comida e vinho deve permitir a infidelidade!”

 

Continue a alimentar a curiosidade sobre a cultura gastronómica portuguesa:

10 bebidas típicas de Portugal

Bebidas portuguesas não alcoólicas que vai adorar experimentar

Como identificar o pastel de nata perfeito

Um dia na praia, à portuguesa

 

Pessoas genuínas, comida autêntica. Venha connosco, onde os portugueses e lisboetas vão! 

Reserve o seu lugar na nossa próxima experiência gastronómica & cultural.

Siga-nos para mais em InstagramTwitter Youtube

 

Skip to toolbar