Passar para a navegação primária Passar para o conteúdo Passar para o rodapé
Regressar a BLOG

7 Petiscos a provar em Lisboa

Snails dish typical from Portugal

Há vida depois do trabalho? Há! Para os ingleses é num pub a beber cerveja, os espanhóis não dispensam as tapas e canhas e os lisboetas não resistem a um bom petisco. Seja ele peixinhos da horta, polvo à lagareiro ou o tradicional prato de caracóis!

Quando o tempo começa a aquecer qualquer café ou tasca serve este petisco português que deve ser acompanhado por uma imperial bem gelada. Mas existem muitos outros petiscos a provar:

Caracóis

Depois de bem lavados, os caracóis são cozinhados com azeite, cebola e alho, acompanhados com um ingrediente que dá um toque especial a este petisco: muitos orégãos!

Peixinhos da Horta

Apesar do nome, este petisco é feito com pedaços de feijão-verde cozido e envolto em polme, que depois é frito em óleo quente. Não se sabe a origem da designação, mas acredita-se que esteja relacionado com a sua semelhança com pequenos peixes fritos. Deu origem ao prato japonês tempura.
Peixinhos da horta, typical Portuguese dish

Meia-desfeita

Este é um prato típico da Mouraria, ao qual fizeram referência escritores como Eça de Queirós ou Ramalho Ortigão. Conhecida em tempos como a comida dos pobres, inclui bacalhau desfeito com grão, ovos cozidos partidos aos pedaços e salsa picada. O nome deve-se ao facto de os clientes pedirem meia dose do prato.
Meia-desfeita, typical Portuguese dish

Salada de Polvo

Esta é uma salada leve e muito apreciada na culinária portuguesa. O polvo, o ingrediente principal, é cozido e cortado aos pedaços. É servido em pequenos pratos e acompanhado por cebola, alhos, coentros e azeite.
Octopus Salad

Salada de orelha

Tal como o nome indica esta é uma salada feita à base de orelha de porto, à qual é acrescentada cebola, alho, salsa, azeite e vinagre.
Salada de orelha (Ear salad), typical Portuguese dish

Caracoletas assadas

Caracóis de dimensões generosas, assadas e acompanhados com molho de mostarda. Só para os verdadeiros apreciadores.
Baked snails

Ameijoas à bulhão-pato

Depois de ficarem de molho duas a três horas para libertarem a areia, colocam-se num tacho juntamente com azeite e alho. Tempera-se com coentros, sumo de limão e vinho branco. O prato deve o nome a Raimundo António de Bulhão Pato (1828-1912), escritor, político e poeta que ficou mais conhecido pelas receitas que inspirou, como pratos de ameijoa, lebre ou cherne. É muito fácil de cozinhar: siga esta receita.
Clams à Bulhão-pato, typical Portuguese dish

 

Vamos adorar ver as fotografias, impressões, sugestões, manifestação de desejos das suas experiências gastronómicas. Partilhe connosco no  FacebookInstagram ou Twitter. Por favor tague-nos: @tasteoflisboa  #tasteoflisboa.

 

Continue a alimentar a sua curiosidade pela cultura gastronómica portuguesa:

Bacalhau à Brás – A receita original de Lisboa

Como identificar a autêntica tasca portuguesa

Top 10 da mariscada à portuguesa

10 bebidas típicas de Portugal

 

Pessoas genuínas, comida autêntica. Venha connosco onde os portugueses e lisboetas vão! 

Reserve o seu lugar na nossa próxima experiência gastronómica & cultural.

Siga-nos para mais em InstagramTwitter e Youtube

 

Skip to toolbar