TASTE OF LISBOA
real people, real food

BLOG

Privilegiamos os passeios a pé com paragens estratégicas para apreciar a cultura local, contar e ouvir as histórias e costumes de cada bairro, para saborear petiscos locais e mergulhar na autenticidade de cada recanto lisboeta. Com a chegada de junho, temos ainda mais motivos para sair à rua a passear, desta vez em clima de festa com os típicos arraiais de Santo António.


Vamos para a rua!
Podem ser mais de cem os arraiais organizados e espalhados por toda a cidade em honra do nosso querido Santo António (casamenteiro, mas não só!) e a sua escolha depende de muitos factores: a localização, o tipo de festa, a comida, a música, a duração ou tantos outros chamarizes que os diferentes programas das festas populares já propõem...

Intimamente ligada às antigas festas pagãs que celebravam o início da primavera, a Páscoa simboliza também o renascer, o reencontro e o recomeço. Das imponentes procissões às limpezas profundas das casas, passando pelo jejum da quaresma às mesas fartas do Domingo de Páscoa, esta é uma celebração única no nosso país.

O papel da comida na época pascal
Com uma forte ligação à comida, a época pascal inicia-se na Quarta-feira de Cinzas com um jejum que se estende durante 40 dias, evitando-se o consumo de carne à sexta-feira...

Depois de uma tarde a descobrir os mais deliciosos segredos lisboetas através de um dos nossos passeios gastronómicos, a experimentar comida local e a abraçar a cultura portuguesa e os lisboetas, estamos  naquela hora mágica, que os anglo-saxónicos chamam de Golden Hour. E como pode ser magicamente dourada em Lisboa: o momento em que a luz da cidade presenteia os sortudos que se encontram por cá com uma paleta de tons e luz naturais que dão um dos mais bonitos pores do sol que alguma vez viram...

TOP