TASTE OF LISBOA
real people, real food

BLOG


Nós, os portugueses, temos uma palavra só nossa. Sem tradução em qualquer outra língua, descreve na perfeição aquele vazio que sabemos que vamos sentir por falta de algo, ou de alguém. Mesmo ainda quando o temos. A isto chamamos Saudade.

Não é português? Se já passeou por cá, se já contemplou Lisboa a iluminar-se aos primeiros raios de sol, ao avermelhar-se em intensos pôr do mesmo sobre o azul profundo do céu, se já sentiu o extase das suas papilas gustativas à primeira dentada num pastel de nata ou numa bifana com mostarda, apostamos que sabe do que estamos a falar...

É típico dos mercados europeus na época de Natal, e começamos a encontrá-lo também por cá! Saiba onde é possível saborear um bom copo de vinho quente em Lisboa!

Os enófilos lusitanos dirão que estamos a estragar o vinho e os mais puristas dirão que beber vinho quente só com temperaturas negativas. Gostamos e não lhes damos ouvido. Gostamos e ponto! Também tivemos uma pista de gelo na Praça do Comércio e contam-se pelos dedos de uma mão as vezes que nevou em Lisboa!  Somos praticantes da comfort food, que aquece o corpo e a alma, e já agora das comfort drinks!

Mulled Wine, ou Glögg (Escandinávia), Grzaniec Galicyjski (Polónia) Glühwein (Alemanha), Vin Chaud (França) ou simplemente Vinho Quente em português, tem origem nas terras frias da Europa, a Norte, onde ao vinho é adicionado cravinho, pau de canela, laranja, limão e açúcar...

‘Nunca mais bebo na minha vida!’ A promessa, dita do fundo do coração após de mais uma noite de copos, está repleta de boas intenções, mas de nada serve para amenizar as dores de cabeça, a sensação de boca seca e o mal-estar que se sente ao acordar após a passagem de ano bem regada. Que forma de começar o ano!!

Promessas feitas, o que se segue? Comida calórica e algo fresco para beber! Este é o menu ideal dos portugueses num dia de ressaca e vale tudo: pizzas, hambúrgueres com batatas fritas, francesinhas ou mesmo kebab’s...

TOP