Passar para a navegação primária Passar para o conteúdo Passar para o rodapé
Regressar a BLOG

Os 5 doces inevitáveis no Natal português

King's Cake

No Natal, além do bacalhau, na mesa portuguesa não podem faltar alguns doces obrigatórios. Tome nota:

Bolo-rei: Um dos doces mais apreciados do Natal é redondo, tem forma de coroa e um buraco no meio. O bolo-rei tem uma massa fofa com frutos secos e fruta cristalizada, come-se tradicionalmente entre o Natal e o Dia de Reis e um dos melhores pode ser encontrado na Confeitaria Nacional.

Rabanadas/Fatias Douradas: É um dos doces que não pode faltar na mesa de Natal. Feito com fatias de pão molhadas em leite ou calda de açúcar, ovo e depois fritas, eram feitas pela necessidade de aproveitar o pão. Servem-se polvilhadas com açúcar de canela.
Golden Slices

Velhoses ou Filhoses: O nome varia de acordo com a zona do país e estes doces tradicionais portugueses são feitos à base de farinha e ovos, por vezes abóbora e raspa de laranja, fritos em azeite. Servem-se polvilhados com açúcar e canela.
Velhoses, typical Portuguese sweet

Coscorões: Muito apreciados em todo o país por alturas do Natal, a receita é originária da zona norte do Alentejo. Num alguidar deita-se o azeite fervido por cima da farinha, faz-se um buraco a meio e junta-se sumo de laranja, aguardente, ovos, sal e água. Amassa-se tudo e tapa-se durante duas horas. Depois estende-se a massa em camadas finas e cortam-se em quadrados ou retângulos. Fritar em azeite quente e polvilhar com açúcar antes de servir.
Coscoroes, typical Portuguese Christmas dessert

‘Sonhos’: Doces típicos de Natal de forma arredondada, com uma tonalidade alaranjada e o interior amarelado. A massa inclui leite, casca de limão, farinha e ovos, que se frita em óleo quente. No final polvilham-se com açúcar, canela ou com calda.
Sonhos, Portuguese Christmas sweet

Skip to toolbar