TASTE OF LISBOA
real people, real food

BLOG

Apaixonados por viagens e por fins-de-semana prolongados, Kat e Fabio chegaram a Lisboa em plena febre futebolística. “Devemos ser as únicas pessoas em Lisboa que não vieram ver o jogo de futebol”, dizem entre risos.

Instalados num hostel em Belém – “o único onde encontrámos quarto” – aproveitaram as redondezas para provar a gastronomia local.

 - Ficámos fãs dos Pastéis de Belém. Acho que até exagerámos um pouco…
 - Um pouco, tipo quantos?
 - Só eu comi seis”, confessou Fábio...

O som da gaita-de-beiços é inconfundível e anuncia a chegada do Sr. António, o amola-tesouras, à Mouraria. Todos os meses faz uma ronda pelo bairro e é a salvação para qualquer guarda-chuva a precisar de arranjo, tesouras que já não cortam ou facas a precisar de uma nova vida.

Amola-tesouras há 30 anos, o que lhe vai valendo são os clientes mais velhos, que ainda têm gosto em arranjar objetos pelos quais têm estima...

Há vida depois do trabalho? Há! Para os ingleses é num pub a beber cerveja, os espanhóis não dispensam as tapas e canhas e os lisboetas não resistem a um bom petisco. Seja ele peixinhos da horta, polvo à lagareiro ou o tradicional prato de caracóis!

Quando o tempo começa a aquecer qualquer café ou tasca serve este petisco português que deve ser acompanhado por uma imperial bem gelada. Mas existem muitos outros petiscos a provar:
Caracóis – Depois de bem lavados, os caracóis são cozinhados com azeite, cebola e alho, acompanhados com um ingrediente que dá um toque especial a este petisco: muitos orégãos!   Peixinhos da Horta – Apesar do nome, este petisco é feito com pedaços de feijão-verde cozido e envolto em polme, que depois é frito em óleo quente...

TOP