TASTE OF LISBOA
real people, real food
voltar

BLOG

Novembro: o mês das broas

Em Portugal dita a tradição que novembro e dezembro são meses dedicados às broas, pequenos bolos acastanhados, ovais ou redondos, enfeitados com meia amêndoa e confecionados especialmente no Dia de Todos-os-Santos ou no Natal.

O nome broas tem um duplo sentido, já que ‘receber as broas’ é uma expressão antiga que significa receber uma prenda, regra geral dinheiro. No dia 1 de novembro, ou Dia de Todos os Santos, a tradição diz que as senhoras vão para a cozinha fazer broas para oferecer a quem pede o Pão por Deus, um peditório feito por crianças de porta em porta, o nosso Halloween. Este peditório é associado ao antigo costume de oferecer pão, bolos, vinho e outros alimentos aos defuntos.

Nas feiras regionais é habitual encontrarem-se broas de vários tipos – Broa Castelar, Broa de Mel, Broa de Anis, Broa de Santos - de várias zonas do país e incluem ingredientes vários como água, farinha, azeite, mel, canela, erva-doce, passas, amêndoas ou nozes.

É quase impossível comer apenas uma e por norma acompanham o café ou um cálice de licor. Na baixa de Lisboa, a Confeitaria Nacional é o local ideal para encontrar broas de vários tipos.

 
 
 

 

TOP