Passar para a navegação primária Passar para o conteúdo Passar para o rodapé
Regressar a BLOG

Alice, a guru vegana que vai mudar os menus dos restaurantes tradicionais portugueses

Alice, vegan guru in Lisbon

Há quem defenda que os vegetarianos nunca vão ser muito populares em Lisboa, mas Alice, de 32 anos, tem conseguido fazer precisamente o contrário: o seu The Food Temple é um 5 estrelas classificado pela Happy Cow, o Tripadvisor dos restaurantes saudáveis. Lisboetas e viajantes de todo o mundo perdem-se na Mouraria para poderem oferecer um surpreendente festim saudável de sabores às suas papilas gustativas.

Quando chegou a Lisboa, no Verão de 2011, Alice ainda não tinha optado pelo vegetarianismo, nem pelo estilo de vida vegan. Vinha com um objetivo em mente: abrir o seu próprio restaurante, juntamente com uma amiga.

“Nasci em Vancouver, no Canadá, trabalhei em vários restaurantes e aos 20 anos mudei-me para a Austrália. Passados alguns anos decidi que queria mudar-me para a Europa, viver num país com muito sol, e tinha Espanha em mente”. Até que a visita a uma especialista de tarot fez com que mudasse de ideias. “Ela aconselhou-me a vir para Portugal pois a energia do país assemelhava-se com a minha energia. Foi a única explicação”.

Alice começou a pesquisar e escreveu uma lista do que queria encontrar no próximo país onde iria viver: “um país europeu, com muito sol, com uma atmosfera descontraída e que me permitisse ter uma ligação com a comida. Portugal dá muita importância à época dos alimentos, estes são cultivados cá, não são importados. E isso é muito importante para mim”.

O Verão de 2011 foi passado a conhecer Lisboa juntamente com a melhor amiga, à procura do local ideal para para abrir “um restaurante chinese dumpling. Até que tudo mudou a partir do momento em que a minha amiga decide que não pode ficar mais tempo em Lisboa. Já não fazia sentido continuar com um projeto que tinha sido desenhado pelas duas, e acabei por desenhar o meu próprio projeto”.

Foi assim que nasceu o restaurante The Food Temple, considerado um dos melhores restaurantes vegan/vegetariano da cidade. Foi em Lisboa que Alice sentiu o clic que a fez mudar para sempre a sua alimentação. “Já na Austrália estava a tomar muito mais consciência das questões ambientais relacionadas com a comida até ao dia em que, por motivos de saúde, deixei de comer carne. Quando me tornei vegan senti que o meu corpo mudou, que tinha encontrado o equilíbrio”.

Antes de se assumir 100% vegana, Alice provou um pouco de tudo da culinária portuguesa, “excepto caracóis pois acho um pouco estranho (risos)”. Um dos pratos portugueses de sua eleição são as tradicionais ervilhas com ovos, que por vezes surgem no menu do The Food Temple, na versão vegan (sem ovos) e por vezes com salsinhas vegan. “O menu muda com frequência, gostamos de experimentar coisas novas. Gostamos de apresentar comida saborosa e criativa, de nos expressarmos através da comida”.

A fama é tal que o restaurante é muito procurado por foodies estrangeiros, que percorrem a Mouraria profunda de mapa na mão à procura do restaurante de Alice. E porquê a Mouraria? “Foi o primeiro bairro onde vivi em Lisboa e quando encontrei este espaço foi amor à primeira vista. Nem sempre é fácil encontrar o espaço, mas os vizinhos já nos conhecem e por vezes são eles que dizem aos clientes como encontrar o restaurante”.

Nos próximos cinco anos, Alice gostaria de fazer projetos de consultoria para outros restaurantes de forma a incluírem no menu pelo menos um prato vegetariano. “Mesmo que não sejam restaurantes vegetarianos, podem ter uma opção no menu com um prato vegetariano, além da clássica omelete. Gostava muito de mudar isso e provar que a comida vegetariana não tem de ser chata e sem sabor. Aliás, pode ser muito saborosa”. E talvez aí os vegetarianos não tenham de equacionar escolher um prato de peixe do menu sempre que vão jantar com amigos não veggies, por falta de opções de escolha.

Restaurant pictures collage

Skip to toolbar