TASTE OF LISBOA
real people, real food
voltar

BLOG

Guia para as melhores festas populares de Lisboa

Privilegiamos os passeios a pé com paragens estratégicas para apreciar a cultura local, contar e ouvir as histórias e costumes de cada bairro, para saborear petiscos locais e mergulhar na autenticidade de cada recanto lisboeta. Com a chegada de junho, temos ainda mais motivos para sair à rua a passear, desta vez em clima de festa com os típicos arraiais de Santo António.


Vamos para a rua!
Podem ser mais de cem os arraiais organizados e espalhados por toda a cidade em honra do nosso querido Santo António (casamenteiro, mas não só!) e a sua escolha depende de muitos factores: a localização, o tipo de festa, a comida, a música, a duração ou tantos outros chamarizes que os diferentes programas das festas populares já propõem. Há para todos os gostos, em vários dias da semana, ao longo de todo o mês de Junho: apesar do dia de Santo António ser a 13 de junho e se começar a celebrar em grande ao final da tarde de 12 até ser de manhã, é um mês certinho em festa por toda a Lisboa, pelo qual esperamos o ano inteiro para voltar a sair do armário, ou seja, sair das nossas vidas mais ou menos tranquilas, para festejar como se não houvesse amanhã em Lisboa.

No mês em que o verão se declara e o bom tempo só pede para irmos para a rua e passear, estas festividades de Lisboa ao ar livre ficam à pinha, com multidões felizes que se concentram nos arraiais dos diferentes bairros, todos eles decorados a rigor com grinaldas e balões coloridos, todos eles um convite para parar e desfrutar das sardinhas assadas, do chouriço assado, da bifana com a imperial, da sangria e do caracol, ao som da banda ao vivo e da música popular, deixando-nos levar pela energia contagiante destes bailaricos até amanhecer.

Manjerico, meu amor
Entre os aromas destes maravilhosos petiscos está o manjerico. A mascote verde das festas populares em Lisboa, o manjerico é conhecido como a “erva dos namorados”, sendo que antigamente, nesta altura do ano, era costume os homens oferecerem às namoradas pequenos manjericos, que nesses tempos simbolizavam um pedido de casamento. Não é por acaso que Santo António é o santo casamenteiro e que hoje os manjericos trazem sempre uma pequena bandeira com alguns versos amorosos impressos.

A rota dos Santos Populares
Entre os arraiais tradicionais e os alternativos, há sempre espaço para novidades e surpresas inesperadas, com iniciativas de cariz social, comida vegetariana, teatro, ambiente anos 90, muita animação e alma portuguesa. Do bairro da Estrela às Avenidas Novas, de Mouraria aos Olivais – entre tantos outros – bem se percebe porque é que precisamos de um mês de festa, para ter tempo para saborear tudo o que os Santos Populares têm para oferecer:

Renovar a Mouraria – Com foco na multiculturalidade e na sustentabilidade que caracteriza o bairro, este é o arraial com a boa onda que acolhe todos de todo o mundo.

Sardinhas Achadas – Com o Campo Mártires da Pátria como palco, um arraial original que junta aos festejos típicos, concertos, performances, curtas-metragens e documentários vários.

Arraial de Alfama – Mais típico e familiar é impossível… um arraial a não perder. Prepare-se para o calor humano!

Os Combatentes – Na Lapa há sempre motivos para chegar, festejar e ficar mais um pouco.

Arraial de Marvila – Animação para toda a família, com grande destaque para a boa música, acompanhada de um inevitável pezinho de dança.

Santos à Campolide – Apresenta um trio vencedor composto por música portuguesa ligeira, petiscos à nossa moda e boa disposição constante.

Arraial de Santa Catarina – Uma celebração pequena em dimensão, mas grande em emoção.

Arraial de Alcântara – Já ganhou várias vezes o prémio para Melhor Arraial de Lisboa atribuído pela Câmara Municipal, o que significa que vale a pena passar por lá.

Anjos Populares – Por aqui não há música popular nem sardinhas assadas, mas há sons e sabores do mundo, num arraial verdadeiramente alternativo.

Arraial do Lumiar – Um ambiente muito jovem e divertido, onde não falta nada!

Vila Berta – Pensado para miúdos e graúdos, todos os dias há surpresas neste arraial que tem vindo a ganhar popularidade.

Arraial de Alvalade – São vários dias de festa, cada um com o seu próprio arraial.

Grande Arraial de Benfica – Acontece mais para o final do mês, mas sempre a tempo de grandes espetáculos e noites bem passadas.

Arraial da Bica – Uma ponte de diversão entre a tradicional festa bairrista e o vibe super cool do Bairro Alto ali ao lado.

Arraial Veggie Vibes – O primeiro arraial a servir apenas comida vegan e vegetariana instalou-se no Mercado de Santa Clara e vai dar que falar… e comer!

Santos Noventeiros – O arraial que reúne o melhor dos anos 90 no Campo Pequeno.

Arraial Pride – Boa música, bons sabores, workshops e performances diversas… é o que nos espera no maior festival LGBT do país.

Já preparou a sua rota pelas melhores festas populares de Lisboa?

TOP