TASTE OF LISBOA
real people, real food
voltar

BLOG

Um dia na praia, à portuguesa

Para a maioria dos portugueses, o verão significa uma coisa e apenas uma coisa: tempo na praia!
Assim que o tempo começa a aquecer, todo o mundo começa a desejar afundar os pés na areia quente e obter aquele bronzeado perfeito. No entanto, um dia de português na praia pode ser muito particular nos seus rituais. Então, se quiser aprender a desfrutar de um dia de sol e mar como um português de gema, pegue na sua toalha de praia e chapéu de sol, ponha o protetor solar e siga este guia guloso e cheio de diversão para uma ida perfeita à praia preferida.

9:30
Fará planos na noite anterior para chegar à praia o mais cedo possível, mas no dia levará vinte minutos para encontrar os seus óculos de sol, ou lembrar-se-á no último minuto de que tem que preparar e embrulhar as suas sandes e ainda precisa ir para a padaria para comprar pão, e na verdade nunca chegará à praia muito cedo. No entanto, antes mesmo de abrir o seu chapéu de sol e estender a sua toalha, há um inevitável ritual de praia português: O café expresso no bar da praia. Largue o saco, sente-se na esplanada e desfrute do seu café com vista para o oceano, antecipando a emoção do primeiro mergulho refrescante no mar. Uma regra de ouro aqui: apenas expresso. Nenhum traço de leite e absolutamente nenhum descafeinado permitido.

11:00
A esta altura, já nadou o suficiente para despertar o apetite e está pronto para aproveitar outra tradição de praia consagrada pelo tempo: a Bola de Berlim. Pode parecer contraintuitivo comer uma massa recheada frita com creme de ovo (generosamente polvilhada com açúcar) na praia. Mas se quiser ser como um português de gema, esta bomba calórica ao estilo donut é essencial. Para encontrá-la, basta procurar os homens e mulheres que andam pela praia, carregando as Bolas de Berlim (muitas vezes de cabeça), e elogiando em voz alta seus doces: “olhá bolinha de Berlim”! Comece a acenar. Se não conseguir captar a atenção deles, a única solução é correr atrás dos vendedores ou sentirá a falta deles.

13:00
Se é como os portugueses, à uma da tarde estará pronto para comer! Pode sempre ir comer um salgado ao bar da praia, mas a experiência de praia verdadeiramente portuguesa envolve uma geladeira – provavelmente azul -- cheia de comida saborosa e leve (não quererá uma refeição pesada para interferir com a próxima ida à água). A refeição mais saborosa para os frequentadores da praia são as humildes sandes (os portugueses devoram sandes), o que geralmente significa um papo seco ou bolinha com queijo e marmelada, presunto e queijo, ou apenas com manteiga, para os mais piscos. Fruta, cuidadosamente escolhida para hidratação máxima, também faz a sua aparição: melancia, melão, uvas, morangos e pêssegos. Certifique-se de que não se esquece de uma faca afiada para cortar o melão ou a melancia que trouxe embalados do seu frigorífico, abrir o tupperware de perfeitas cerejas ou uvas maduras ou simplesmente mastigar alguns pêssegos sumarentos e doces. Agora com os seus níveis de energia elevados, pode voltar para suas partidas de raquetes ou simplesmente deitar-se na toalha ao sol para continuar a trabalhar naquele bronzeado perfeito.

15:00
O Bola de Berlim não é o único alimento que vem pela areia da praia. Atravessando incansavelmente a areia quente, os vendedores de sorvetes gritam “frutóchocolate!”, lembrando-lhe este requintado deleite de verão: gelado. Escolha um cone e, como acompanhamento, pode comprar uma bolacha longa e enrolada conhecida como língua da sogra. Ninguém sabe as origens desta língua em forma de bolacha, mas presumivelmente ela faz referência à “língua afiada” de uma sogra. Esta, porém, também é crocante e doce.

17:00
Depois de um dia inteiro na praia, o seu espírito e o seu corpo estarão reemergidos e prontos para uma mudança de cenário, mas isso não significa que o dia acabou. Novas delícias esperam por si, e aqui é onde pode escolher uma de duas opções:

Opção 1: a marisqueira
Se estiver a sentir-se generoso, mime-se com vários mariscos, juntamente com um bom vinho verde extra refrigerado. Peça as amêijoas à Bulhão Pato, ricas em alho, vinho, limão e coentro, as pilhas de camarão, a sapateira recheada. Se ousar, experimente um pequeno prato de caracóis temperados com alho e oregão, acompanhado com pão torrado.

Opção 2: o churrasco no pinhal
Uma opção mais económica e tradicional. Primeiro, encontre um pinhal perto da praia. De seguida, acampe, cozinhe na grelha e saboreie uma bifana, entremeada ou umas tradicionais sardinhas assadas. Acompanhe tudo com bastantes cervejas mini geladas e procure um local com sombra para fazer a bem merecida sesta a seguir.

19.00 às ?
No final de um dia de praia ao estilo português, pode vir a deparar-se com outra tradição muito portuguesa: o engarrafamento no final do dia. Parece que todo mundo decidiu vir para a praia hoje, então ou espera e vai para casa depois do pôr do sol, ou abraça a experiência e faz-se à estrada. Traga alguns jogos, músicas e, acima de tudo, traga alguma paciência. Afinal, se este é o preço a pagar por um dia de praia perfeito, vale a pena!

TOP